SNCT: Jovens pesquisadores de Tefé apresentam trabalhos e são premiados no Instituto Mamirauá

Publicado em: 22 de outubro de 2015

No segundo dia de atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Tefé (Am), 21 de outubro, os estudantes do ensino médio das escolas públicas do município tiveram destaque. Mais de 50 alunos participaram da 1ª Feira de Ciências, Tecnologia e Desenvolvimento Social do Médio Solimões, expondo seus trabalhos na sede do Instituto Mamirauá, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

“O objetivo da feira é despertar o interesse dos jovens de Tefé para a ciência. Por isso tivemos a ideia de instituir o Prêmio Jovem Pesquisador, para estimular os jovens de ensino médio para a carreira científica, chamar atenção para o trabalho de pesquisa no Brasil”, comentou João Paulo Borges Pedro, coordenador do Programa de Iniciação Científica do Instituto e um dos organizadores da Feira.

Todas as escolas de ensino médio da cidade foram convidadas para inscrever seus trabalhos. Participaram seis escolas, com 30 projetos inscritos, envolvendo 54 estudantes. Os participantes se inscreveram em três categorias: Investigatório, Montagem ou Informativo, e Aplicado. Os dois melhores projetos de cada categoria foram homenageados durante o evento.

Os premiados ganharam um troféu e certificado de Reconhecimento de Jovem Cientista de Tefé, livros de Ciências e Tecnologia, Conservação e Meio Ambiente. E os primeiros lugares ganharam uma viagem para conhecer a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, um dia de visita em campo, com passeio em trilha e visita em uma comunidade ribeirinha, além de assistir a uma palestra sobre o Instituto Mamirauá  ou sobre alguma ação de pesquisa da instituição.

A jovem Eduarda Melo, de 15 anos, recebeu o Prêmio Jovem Pesquisador de Tefé, pelo 1º lugar na categoria Investigatório. Eduarda cursa o segundo ano no Centro Educacional Governador Gilberto Maestrini e é bolsista do Programa de Iniciação Científica Jr, do Instituto Mamirauá. Ela venceu com o projeto “O que você comeu ontem: consumo de proteína animal na cidade de Tefé”.

“A ideia do projeto é identificar quais são os tipos de proteína animal mais consumidos na cidade e os tipos de carne de caça. Com a pesquisa, a gente pôde ver que estão sendo mais consumidos itens industrializados do que o peixe ou a caça. O mais consumido é o frango”, afirmou a jovem pesquisadora.

Eduarda contou que a premiação serviu como um incentivo para a continuidade nos estudos. “Me sinto feliz, penso em trabalhar com essa área. Penso em ser jornalista, quero trabalhar com jornalismo científico. A pesquisa me ajudou a definir qual a profissão eu gostaria de seguir e também me mostrou coisas que eu não sabia sobre a cidade”, comentou.

Além da Feira de Ciências, os visitantes também puderam conhecer mais dos trabalhos desenvolvidos no Instituto com a exposição dos programas de pesquisa e manejo. Só  na parte da tarde, o Insituto Mamirauá recebeu a visita de 412 pessoas. As atividades simultâneas em Tefé acontecem no Instituto Mamirauá, na UEA, no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), no Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), no Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). Veja a programação completa.

A SNCT em Tefé conta com apoio do Governo do Estado do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas e Programa Ciência na Escola, da Prefeitura Municipal de Tefé, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nivel Superior (Capes) e da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social, do MCTI.

Texto: Amanda Lelis

 

RESULTADO

Projetos premiados durante a Feira de Ciências, Tecnologia e Desenvolvimento Social do Médio Solimões:

1º lugar Jovem Pesquisador (categoria investigatório)

Projeto: O que você comeu ontem? Consumo de proteína animal na cidade de Tefé

Aluna: Eduarda Cecília Melo

Orientador: João Valsecchi do Amaral

Instituição: Pibic Jr Instituto Mamirauá

 

 

2º lugar Jovem Pesquisador (categoria investigatório)

Projeto: Identificação de práticas culturais religiosas no ofício de partejar

Aluna: Emily Gabriele Cavalier de Almeida

Orientadora: Dávila Corrêa

Instituição: Pibic Jr Instituto Mamirauá

 

 

1º lugar – Categoria trabalhos de montagem + informativos

Projeto: Fibra óptica

Alunos: Francisco Lucas Lima Sena, Antônio José Lima Andrade Filho, Jessé de Oliveira Martins, Caio Enoque Silva Nascimento

Orientador: Higson do Nacimento Vaz

Instituição: Instituto Federal do Amazonas (Ifam)

 

 

2º lugar – Categoria trabalhos de montagem + informativos

Projeto: Efeitos da Fibra Alimentar da Redução do Colesterol

Alunos: Dayana dos Santos Lima, Sadraque de Souza Castro, Naiane Rodrigues Alves

Orientador: Evelyne Conceição de Sousa Torres

Instituição: Escola Frei André

 

 

1º lugar – Categoria trabalhos aplicados

Projeto: Sabores de Tefé

Alunos: Jeandrisson Brenno dos Santos Ferreira, Mônica Nonato Ferreira

Orientador: Martinho Correia Barros

Instituição: Instituto Federal do Amazonas (Ifam)

 

 

2º lugar – Categoria trabalhos aplicados

Projeto:  Revitalização do sistema de energia solar fotovoltaico da comunidade São Francisco do Aiucá – RDSM

Aluno: Raimundo Rodrigues

Orientador: Felipe Jacob Pires

Instituição: Centro Vocacional Tecnológico

 

 

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: