Diretoria de Manejo de Desenvolvimento

Centro Vocacional Tecnológico

O Centro Vocacional Tecnológico (CVT) do Instituto Mamirauá tem como foco a capacitação e o aperfeiçoamento técnico de jovens produtores rurais que atuam no manejo de recursos naturais da Amazônia. O CVT forma lideranças capazes de enfrentar dificuldades impostas a comunidades afastadas dos grandes centros. Enquanto jovens de grandes centros urbanos em geral não passam mais de uma hora distantes das telas de celular, televisão, computador e tablet, há quem cresça e se forme cidadãos e cidadãs em comunidades no interior da Amazônia onde nem sinal de celular existe, quem dirá 3G.

Crianças nascidas em localidades distantes dos centros urbanos aprendem cedo, por meio da observação apurada, a pescar, plantar e colher. Logo, tornam-se jovens que aprendem, cedo, a decidir, organizar e buscar apoio juntos um dos outros a fim de melhorar as condições de vida de uma região, historicamente, ignorada pelos serviços públicos. Ajudá-los a fazer isso é o que rege o trabalho do CVT. 

Sonhos Amazônicos

Quer ajudar o CVT a formar ainda mais jovens para garantir o futuro dos recursos e das populações da Amazônia? Adquira uma camiseta da coleção ‘Sonhos Amazônicos’, uma parceria do Instituto Mamirauá com a marca ‘Moko – Vista uma Causa’. As estampas foram elaboradas por meio da junção dos elementos metafóricos: a alusão da flor com o jovem e com os elementos literais às pinturas e às pessoas que moram na região. Juntos, mostram o poder e a beleza por trás do florescer de cada jovem que tem a oportunidade de se desenvolver com a ajuda do Instituto Mamirauá. Conheça as histórias dos jovens que foram modelos das estampas AQUI.

  •  

    Como funciona o CVT?

    São dois anos do programa pedagógico do CVT. No primeiro ano de estudos, jovens de várias unidades de conservação da Amazônia saem das comunidades onde nasceram e cresceram e vão morar em Tefé, município de quase 70 mil habitantes na região do Médio Solimões, considerado o centro urbano da região.

    Nesse período, frequentam aulas na sede do instituto que vão de disciplinas ‘comuns’ como matemática, contabilidade e língua portuguesa, até áreas de conhecimento voltadas às suas próprias realidades de moradores da várzea amazônica. Aprendem sobre tecnologias sociais direcionadas para melhorias na qualidade de vida das populações e no manejo de recursos naturais, dos quais suas comunidades sobrevivem. O aprimoramento de técnicas e o uso sustentável da pesca e da agricultura são alguns exemplos disso.

    O curso é ministrado por técnicos e pesquisadores do Instituto Mamirauá. Como todos os trabalhos da instituição, o CVT também utiliza a pesquisa cientí­fica como ferramenta para a elaboração dos projetos dos estudantes, que buscam soluções diversas para seus locais de origem. No segundo ano, então, os estudantes voltam às suas respectivas comunidades e associações para a implementação do projeto desenvolvido durante a primeira fase do programa. 


    Patrocínio:


Publicações

  • O Macaqueiro

    Sonhos Amazônicos

    Ano: 2019

    Junho a dezembro de 2019

     

Repercussão

Financiadores

Receba as novidade em seu e-mail: