Instituto Mamirauá - Conservação na Amazônia - História de Tefé - https://www.mamiraua.org.br/pt-br/viver/historia-de-tefe/

Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá

Viver

Everson Tavares

História de Tefé

Viver em Tefé e em campo

- Entre 1541 e 1542 – O explorador Francisco Orellana chega à região que, posteriormente, seria a cidade de Tefé;
- Entre 1685 e 1687 – O padre jesuíta Samuel Fritz é enviado pela Coroa espanhola para apossar das terras e iniciar as Missões;
- 1704 – O padre Samuel Fritz é substituído pelo padre jesuíta João Batista Sana;
- 1709 – O padre Sana dirige-se ao Peru para reunir tropas e tentar reconquistar a região de Tefé;
- 1718 – Frei André da Costa reúne índios e soldados portugueses, sobe o Rio Tefé e se fixa na região que seria, posteriormente, a cidade de Tefé;
- 1759 - Tefé foi elevada à vila, com a denominação de Ega. 
- 1817 - Criado o município de Olivença, com território desmembrado de Tefé.
- 1833 - Suprimido o município de Olivença, cujo território retornou ao de Tefé. Dando cumprimento ao Código de Processo, a Vila voltou a denominar-se Tefé. Nessa divisão, a comarca do Alto Amazonas, que compreendia o território do atual estado, compunha-se apenas de quatro municípios. Tefé era um deles e a sua área era superior a 500.000 Km2.
- 1835 - Eclode a Cabanagem, em Cametá (PA). 
- 1843 - Restabelecida a denominação de Ega.
- 1848 - Desmembrado o território do atual município de Coari.
- 1853 - Criada a comarca do Solimões. 
- 1855 - Vila de Ega torna-se sede da comarca do Solimões, em 19 de março;
            - Alteração do nome Ega para Tefé, pela resolução provincial nº 44, de 15-06-1855.
            - Pela Resolução provincial nº 44 dá-se elevação à cidade de Tefé, em 15 de junho. Depois de Manaus, Tefé foi a primeira localidade amazonense a receber Foros de Cidade.
- 1861 - Recebeu Tefé a visita do poeta Gonçalves Dias. Ele era incumbido pelo governo da Província de inspecionar as escolas primárias do Solimões.
- 1891 - Parte do seu território é desmembrada, dando origem ao município de Fonte Boa. 
- 1910 - A prefeitura Apostólica, atual Prelazia de Tefé, foi fundada pelos padres da Congregação do Espírito Santo, em 23 de maio. O primeiro prefeito apostólico foi Monsenhor Miguel Alfredo Barat.
- 1911 - Foi criado o município de Xibauá (atual Carauari) com território desmembrado do de Tefé.
- 1938 - Criados no município de Tefé, pela Lei 167, os distritos de Caiçara e Maraã, passando então o município a ter três distritos.
- 1955 - Pela Lei Estadual nº 96, o município de Tefé perde o distrito de Maraã que se transforma nos municípios de Maraã e Japurá. Perdeu também parte do distrito-sede para o município de Juruá, criado também por aquela mesma Lei.
 
(Fonte: Biblioteca Amazonense, Livro: O Amazonas: sua história – Anísio Jobim, 1957)
 
 
 
  ©Rafael Forte
 
 

 

Financiadores