Tecnologias Sociais

Sistema Seguidor

É na sede do Instituto Mamirauá que está o primeiro Sistema Fotovoltaico Conectado à Rede com seguimento solar da região norte do Brasil. Em funcionamento desde outubro de 2014, estão dois sistemas solares cujos módulos são alojados em uma estrutura móvel, na qual o ângulo de inclinação e orientação é variável durante o dia, para possibilitar melhor aproveitamento da radiação solar. Esse tipo de sistema é conhecido como Sistema Fotovoltaico Conectado à Rede - com seguimento solar, uma vez que possibilita ao gerador fotovoltaico acompanhar a trajetória do sol.

A energia gerada é conectada à concessionária local. São instalados inversores que transformam a corrente elétrica, injetando a energia gerada direto ao consumo do prédio da Biblioteca Henry Walter Bates do Instituto Mamirauá. A energia excedente, quando a geração é superior à demanda do prédio, é direcionada para a rede de sistema local para distribuição na cidade.

No estudo, está sendo analisado o desempenho dos dois tipos de sistema, do que segue a trajetória do sol e do que possui orientação fixa dos módulos. O objetivo é avaliar qual o sistema mais adequado como investimento em energia renovável na região.

Realização

Grupo de Pesquisa em Inovação Desenvolvimento e Adaptação de Tecnologias Sustentáveis (GPIDATS) do Instituto Mamirauá, Grupo de Estudos e Desenvolvimento de Alternativas Energéticas (GEDAE), da Universidade Federal do Pará (UFPA), e o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Energias Renováveis e Eficiência Energética da Amazônia (INCT - EREEA).

Financiadores

Receba as novidade em seu email: