Um reforço para o grupo Teçume D´Amazônia

Publicado em: 14 de março de 2018

Enesson Oliveira Catulino busca no Centro Vocacional Tecnológico conhecimento para auxiliar grupo de artesãs no Amazonas

Na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã, um grupo de mulheres artesãs realizam um manejo de recursos florestais para confecção de produtos. E, com o objetivo de auxiliar esse grupo, denominado Teçume D´Amazônia, Enesson Oliveira Catulino ingressou no curso do Centro Vocacional do Instituto Mamirauá, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Para Enesson, o curso é uma oportunidade única. “É difícil se manter fora da nossa comunidade trabalhando e estudando. E o curso no proporciona a chance de nos manter na cidade e aprender”.  Acostumado a ajudar a família com a pesca, o jovem diz ter sentido um pouco de dificuldade em se adaptar com a rotina da cidade e do curso. “Eu nunca tinha passado mais do que um mês longe de casa e, além disso, eu me surpreendi com a quantidade de conteúdo que a gente aprendeu dentro e fora de sala de aula”, afirmou.

Durante o curso, todos os alunos do CVT desenvolvem projetos voltados para sua comunidade com o auxílio de pesquisadores e técnicos do Instituto Mamirauá. Para Enerson, a orientação foi um diferencial. “As atividades desenvolvidas pelo Instituto me chamaram muita atenção, acho importante que todos conheçam e possam ver que o manejo dos recursos naturais que temos podem nos gerar renda, além de ser uma forma de conservação da região”.

Com o conhecimento adquirido nas aulas, o jovem espera colaborar com as atividades do grupo Teçume D´Amazônia. “Achamos que falta um conhecimento técnico importante na área de comercialização”. Com o apoio, Enesson espera que mais mulheres se sintam mais estimuladas a desenvolver as atividades junto ao grupo de artesãs.

Entre os temas estudados, as aulas de informática chamaram sua atenção. “Na comunidade temos computadores, mas poucas pessoas sabem utilizar. Nas aulas eu aprendi apenas o básico, mas eu espero me aprofundar e poder levar esse conhecimento para outras pessoas”.

O Centro Vocacional Tecnológico é uma unidade de ensino e de profissionalização, voltado para difusão do acesso ao conhecimento científico e tecnológico. A iniciativa busca capacitar lideranças contribuir com o empoderamento de jovens no Amazonas. A iniciativa conta com financiamento da Gordon and Betty Moore Foundation.

Texto: Laís Maia

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: