Trabalhos do Instituto Mamirauá sobre agroecologia na Amazônia são apresentados em congresso

Publicado em: 23 de de 2015

Pesquisadores e técnicos do Instituto Mamirauá participam do IX Congresso Brasileiro de Agroecologia, que será realizado entre os dias 28 de setembro e 01 de outubro em Belém (PA). No evento, serão apresentados resultados de projetos e ações de extensão realizados pelo Grupo de Pesquisa em Agricultura Amazônica, Biodiversidade e Manejo Sustentável e pelo Programa de Manejo de Agroecossistemas do Instituto Mamirauá, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Os trabalhos serão apresentados em pôster. Entre eles, está a experiência das comunidades de terra firme da Reserva Amanã com a dinâmica do uso da floresta na agricultura migratória. A pesquisadora Fernanda Viana afirma que a agricultura migratória é uma atividade amplamente difundida na região tropical e uma prática bastante comum entre os pequenos agricultores de comunidades tradicionais, que têm a pesca e a agricultura como principais meios de subsistência.

Outro trabalho apresentado é o método utilizado pela equipe para listar, em colaboração com os pequenos criadores de gado da Reserva Amanã, as plantas com potencial forrageiro, ou seja, utilizadas para alimentação dos animais.

A experiência com sistemas agroflorestais na Reserva Amanã é outro projeto que será apresentado. “A participação de técnicos e pesquisadores do Instituto no evento será uma ótima oportunidade de trocar experiências com outros pesquisadores, técnicos e mesmo com pequenos agricultores familiares de várias regiões do Brasil e conhecer experiências de práticas agroecológicas adotadas em outras regiões”, reforçou a pesquisadora.

Fernanda enfatiza também que o evento está incentivando e facilitando a participação de pequenos agricultores familiares. “Esse será um bom momento para conhecer novas práticas e também de capacitação da equipe com estes novos aprendizados. Nossa participação irá levar uma parte dos resultados das experiências de ações de extensão e pesquisas realizadas com pequenos agricultores familiares, criadores de abelhas sem ferrão e pequenos criadores de gado das comunidades das Reservas Amanã e Mamirauá”, disse.

A pesquisadora também comentou sobre a participação de mulheres agricultoras dos diferentes estados do Brasil no evento, incentivada pela Rede de Mulheres Empreendedoras Rurais da Amazônia (RMERA). A Reserva Amanã terá uma participante, que será a representante do estado do Amazonas. “Ela terá a oportunidade de falar sobre sua experiência como também de conhecer outras práticas de manejo agroecológico. Além disso, esse será um importante momento de valorização e fortalecimento do conhecimento tradicional que elas possuem”, reforçou Fernanda.

Veja os trabalhos do Instituto aprovados para apresentação no Congresso:

- Levantamento preliminar de plantas com potencial forrageiro utilizando adaptação do método de lista livre com criadores de gado da Reserva Amanã.

Autores: Paula Araújo, Ana Carolina de Lima, Jacson Rodrigues, Fábio Paz, Angela May Steward, Robert Macedo

- A experiência com sistemas agroflorestais na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã, Amazonas.

Autor: Samis Vieira

- Dinâmica do uso da floresta na agricultura migratória – um panorama sobre as comunidades de terra firme da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã.

Autoras: Fernanda Viana,  Angela May  Steward,  Camille Rognant

- Meliponicultura na agricultura familiar: uma experiência com meliponicultores na região do Médio Solimões, Amazonas.

Autores: Carlos Demeterco, Jacson Rodrigues, Beatriz Teles, Angela May Steward, Gislene Carvalho

- Diversidade e qualidade de sementes crioulas de espécies alimentares cultivadas em várzea em duas Reservas de Desenvolvimento Sustentável, Médio Solimões, Amazonas.

 Rodolfo Carvalho, Sidney Alberto Ferreira e Angela May  Steward

Para ver a programação completa, acesse o site do evento.

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu email: