Programa intensifica ações de promoção a saúde na Reserva Mamirauá

Publicado em: 18 de março de 2011

 18/03/2011 - O Programa Qualidade de Vida, do Instituto Mamirauá, promoveu entre os dias 15 e 17 de março, ações de educação para a saúde conscientização relacionadas à saúde, ao consumo de água potável e ao descarte de resíduos, para cerca de 60 moradores da Comunidade São Francisco do Aiucá, na Reserva Mamirauá, município de Uarini (AM). A equipe do programa falou sobre a importância do não acúmulo de lixo e que o inverso provoca sérios problemas para a saúde e para o meio ambiente. Também foi realizado um trabalho com crianças e adolescentes, que desenharam uma escola limpa e sem lixo.
 Segundo a coordenadora do programa, Dávila Corrêa, para discutir problemas de saúde, a equipe aplicou a metodologia de Diagnóstico Rural Participativo, cuja técnica de trabalho é aplicada em comunidades rurais para que eles diagnostiquem seus problemas e também compartilhem suas experiências. Uma árvore de problemas foi construída com as causas e os efeitos das doenças que a comunidade enfrenta diariamente. As "doenças" mais apresentadas, segundo os moradores, foram gripe, diarréia, febre, dor de cabeça, dores musculares e dor no estômago.
 Posteriormente, moradores ainda participaram de palestras sobre a qualidade da água potável na comunidade. "O esse processo de eliminação do micro-organismo e patógenos acontece com o aquecimento da água a partir da exposição contínua, por no mínimo 5 horas, a luz solar direta, em garrafas pet transparente", explicou a engenheira sanitarista aos moradores, Maria Cecília Gomes, acrescentando que se a garrafa for pintada com tinta óleo preta, o aquecimento pode ser reduzido para 4 horas.

por Eunice Venturi

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: