Instituto Mamirauá realiza curso de Multiplicadores em Turismo de Base Comunitária

Publicado em: 23 de maio de 2014

O Instituto Mamirauá promove, de 20 a 24 de maio, a 4ª edição do curso de Multiplicadores em Turismo de Base Comunitária. As atividades ocorrem tanto na sede do Instituto, em Tefé, quanto na Pousada Flutuante Uacari, na Reserva Mamirauá.

Luciana Cobra, técnica de capacitações do Programa de Turismo de Base Comunitária do Instituto Mamirauá, avalia positivamente a programação desta edição, que incluiu debates sobre contextualização histórica da criação da Reserva Mamirauá e da Pousada Uacari, mudanças sociais no turismo e técnicas de planejamento e gestão na atividade ecoturística.  “No decorrer destes 4 cursos já realizados percebo que a abordagem e os temas vêm se modificando e amadurecendo para atender a expectativa do nosso público e ir de encontro ao nosso objetivo, que é capacitar multiplicadores a partir de toda a experiência que temos até aqui”, mostra Luciana.

Neste ano a edição contou com a presença de 10 selecionados que ficarão com a equipe da Pousada Uacari durante estes 5 dias.  Eles representam diferentes interesses e atuações na área do turismo: iniciativas comunitárias; agentes de viagens e estudantes de turismo; representantes da Funai; representantes do Comitê estadual do turismo Rural na agricultura familiar, da IDESAM e da SMMA - AM; e inclusive uma representante do Servicio Nacional de Áreas Naturales Protegidas por el Estado, Reserva Nacional Pucacuro – Iquitos, Peru.

Patrícia Betti, estudante de mestrado da UFPR, trabalha com projetos de turismo de base comunitária no município de Guaraqueçaba, litoral do Paraná.  Ela acredita que este curso apresentou para os participantes a grande responsabilidade diante do desafio de um projeto de turismo de base comunitária, visão muito importante para quem pretende ser multiplicador.   “Eu quis vir para cá desde que eu conheci a iniciativa. Este curso de multiplicadores é uma oportunidade para sabermos e aprendermos como realmente está sendo feito, para que a gente possa replicar, em outras proporções, o que é feito aqui.  A minha expectativa para o curso era inclusive um pouco menor. Eu achava que seriam passadas informações mais gerais, mas tudo está sendo bem detalhado, inclusive as dificuldades e o esforço do trabalho que é feito”, comentou Patrícia.

Ampliando a possibilidade de interação, mais 4 alunos do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) foram convidados a participar das atividades. Entre estes alunos está Ivanilson Cavalcante Meza, que já atuou como guia local na própria Pousada Uacari. “Eu fiquei muito interessado no turismo em geral, e minha comunidade já trabalha com o turismo de base comunitária há muito tempo, assim o curso só vai aprofundar mais ainda e me incentivar mais para que eu continue na área do turismo. Estou gostando das apresentações porque elas estão me dando novas ideias”, disse o aluno, que é morador da comunidade Boca do Mamirauá.

Texto: Vanessa Eyng

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: