IDSM participa da Avenida da Ciência em Brasília

Publicado em: 26 de julho de 2022

Programação faz parte da 74ª Reunião anual da SBPC e recebe visita do Ministro do MCTI

Uma imersão ao trabalho realizado na floresta Amazônica é o que propõe o estande do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM) presente na Avenida da Ciência, que ocorre em Brasília (DF), entre os dias 25 e 30 de julho de 2022. O evento faz parte da 74ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) que esse ano traz o tema “Ciência, independência e soberania nacional" e conta com mais de 200 atividades presenciais e também virtuais.

Localizado no campus da Universidade de Brasília (UnB), o pavilhão da Avenida da Ciência abriga as exposições das diversas instituições de pesquisas brasileiras vinculadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Na abertura, realizada no dia 25 de agosto, o ministro Paulo Alvim esteve presente e cumprimentou as equipes representantes das instituições.

"Fui a Tefé e conheço o Mamirauá desde o início. Considero que vocês realmente realizam desenvolvimento sustentável e representam o melhor da ciência", expressou o ministro durante sua passagem pelo estande do IDSM.

PRODUTOS E SONS DA FLORESTA

Peças de madeiras, equipamentos de mapeamento e óleos como o de copaíba e andiroba que fazem parte do manejo florestal comunitário realizado em conjunto com as comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá são algumas das peças em exposição no estande, que é um dos primeiros na entrada principal da Avenida. Também estão disponíveis publicações destinadas a professores, pesquisadores e público infantil, como é o caso dos quebra-cabeça representativos da floresta de várzea e terra firme.

Entre as atrações está o Módulo Providence, um equipamento que faz o monitoramento automático da RDS Mamirauá por meio dos sons emitidos pela fauna. Ao passar pelo estande, o visitante pode ouvir por alguns minutos, com uso de um fone de ouvido, sons de animais como macacos, botos e pássaros emitidos diretamente do seu habitat natural, a floresta, e entender como a inteligência artificial tem ajudado a preservar a Amazônia.

Os pesquisadores do Mamirauá também apresentarão palestras no auditório localizado no pavilhão. Confira a programação:



25/07 - 16h - 16h45 Bianca Darski Silva
Título: Peixes Viajantes da Amazônia



26/07 - 10h - 10h45 Leonardo Capeleto
Título: Água & Saneamento: Contribuindo para não deixar ninguém para trás



27/07 - 15h - 15h45 Claudia dos Santos Barbosa e Claudioney da Silva Guimarães
Título: Técnicas e ferramentas participativas em processos dialógicos: do protagonismo de populações tradicionais em unidades de conservação



28/07 - 16h - 16h45 Claudioney da Silva Guimarães e Claudia dos Santos Barbosa
Título: Educação Ambiental na Amazônia: práticas e vivências com organização de conteúdos educativos



30/07 – 14h - 14h45 Bianca Darski Silva
Título: Ciência Cidadã Na Amazônia: Como, Onde E Por Quê?



30/07 - 15h - 15h45 Leonardo Capeleto
Título: Transformando Nosso Mundo: A Agenda 2030 e suas relações com a Amazônia Central

" *Na foto, da esquerda para a direita: Emiliano Esterci Ramalho (Diretor Técnico-Científico/IDSM), Claudioney Guimarães e Cláudia Barbosa (Analistas de Educação Ambiental/IDSM), Emmi Esashika (Secretária da Diretoria/IDSM), Tatiane Ribeiro (Assessora de Comunicação/IDSM), Paulo Alvim (Ministro/MCTI), João Valsecchi (Diretor Geral/IDSM) e Sérgio Freitas (Secretário-executivo/MCTI)."

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail:

10