Feiras promovem produtos manejados e da agricultura familiar em Tefé

Publicado em:  1 de novembro de 2014

Na manhã deste sábado, 1º de novembro, a 9ª Feira de Pirarucu Manejado e a 6ª Feira de Produtos da Agricultura Familiar movimentam a cidade de Tefé (AM). Produtores oferecem seus produtos diretamente aos consumidores na Praça Túlio Azevedo, no centro da cidade. Desde às 6 horas as barracas já estão abertas ao público.

O pirarucu é vendido em mantas, quilos e até inteiro. Estes peixes foram pescados pelo Acordo do Setor Capivara, primeira área fora de uma unidade de conservação a ser assessorada pelo Instituto Mamirauá. “Achei a feira muito bonita, e também está muito bom pelo preço. Estou gostando da movimentação. Eu comprei três cabeças de pirarucu, que vamos assar. A gente vai lá para o sítio do meu sogro, para aproveitar o peixe com a família, para comer o Santo Antônio, uma gordura bem especial da cabeça do pirarucu, como a gente fala. É muito gostoso”, comentou a compradora Rosilândia de Souza, enquanto circulava pela feira.

Os produtos da agricultura familiar, como pimenta-de-cheiro, maxixe, macaxeira, farinha de tapioca, goma, abacaxi, banana, abacate, caju, farinha, mel e açaí, tiveram grande procura.  Rosineide e Lázaro Meireles, casal de produtores que mora na Estrada da Agrovila, em Tefé, ofereceram aos visitantes seus produtos. “O forte que a gente produz no nosso sítio é o açaí, abacaxi, castanha e ovos de galinha caipira. Uma boa variedade de produtos”, conta Lázaro.  A feira também proporciona um contato direto dos produtores com os compradores.  Rosineide não hesita em avaliar: “Aqui é muito bom para vender nossos produtos. A venda foi boa demais, e rapidinho vendemos muito”.

Artesãs da Reserva Amanã também participam do evento, com uma das barracas mais movimentadas da feira. Trouxeram diversos trabalhos que desenvolvem principalmente com a fibra do cauaçu. A partir das 19 horas acontecerá o 1º Festival Gastronômico do Pirarucu. Pratos típicos com o peixe, como o Pirarucu de Casaca ou Pirarucu na Castanha, serão preparados na própria praça. Além disso, filhos dos pescadores do Acordo do Setor Capivara farão uma apresentação teatral.  

O evento é realizado pelos pescadores do Acordo de Pesca Capivara e agricultores da Reserva Amanã, Flona Tefé, Estrada da Emade e Agrovila. E conta também com apoio da Prefeitura Municipal de Tefé, 16ª Brigada de Infantaria de Selva, Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Associação de Produtores Agroextrativista da Flona de Tefé, Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas, Colônia de Pescadores Z-4 e Centro Estadual de Unidades de Conservação (CEUC).

Por Vanessa Eyng

 

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: