Feiras de produtos manejados e da agricultura familiar têm resultados positivos

Publicado em:  6 de novembro de 2014

No dia 1º de novembro ocorreu na cidade de Tefé (AM) a 9ª Feira de Pirarucu Manejado e a 6ª Feira de Produtos da Agricultura Familiar. As feiras reuniram produtores e consumidores locais no centro da cidade, oferecendo produtos manejados e da agricultura familiar. Neste ano, estima-se que cerca de 3.500 pessoas circularam pelo evento.

Treze famílias de agricultores venderam seus produtos na feira: sete famílias da Reserva Amanã; três da Flona Tefé; duas da Estrada da Agrovila; e uma da Estrada da Emade. Eles disponibilizaram para a venda açaí, banana, abacaxi, pupunha, macaxeira, castanha, cará, maxixe, farinha, mel, pólen, bolo de banana, pudim de açaí e subprodutos da mandioca (goma, pé de moleque, farinha de tapioca e beiju). Para Samis Vieira, técnico do Programa de Manejo de Agroecossistemas do Instituto Mamirauá, “a feira é uma forma dos agricultores divulgarem os seus trabalhos, através de produtos de qualidade com preço justo acessível de forma direta aos consumidores. Além disso, também é uma oportunidade para troca de experiências e fortalecimento dos vínculos de sociais”.

Feiras locais são um importante espaço para o diálogo e aproximação entre produtores e consumidores. Cláudio Batalha, um dos coordenadores do Acordo de Pesca Capivara, lembra que “a feira é importante porque temos o compromisso de também abastecer o mercado local, não só vendendo o pescado para fora”. O acordo negociou 100 pirarucus, cujo valor líquido de venda atingiu R$ 33.215,00.

 Alunos do Centro Vocacional Tecnológico do Instituto Mamirauá realizaram pesquisa de satisfação com os visitantes. Questionaram os presentes sobre a divulgação do evento, abrindo espaço para que opinassem sobre a iniciativa, o preço, a qualidade e a quantidade de produtos à venda. Esses dados fornecerão informações relevantes para melhorar a organização das próximas edições.  

A iniciativa é promovida pelos pescadores do Acordo de Pesca Capivara e agricultores da Reserva Amanã, Flona Tefé, Estrada da Emade e Agrovila. Conta também com apoio da Prefeitura Municipal de Tefé, 16ª Brigada de Infantaria de Selva, Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Associação de Produtores Agroextrativista da Flona de Tefé, Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas, Colônia de Pescadores Z-4 e Centro Estadual de Unidades de Conservação (CEUC).

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: