Estudantes apresentam relatórios parciais de pesquisas

Publicado em:  5 de março de 2014

Relatórios parciais de dezoito projetos de iniciação científica foram apresentados ontem no Instituto Mamirauá. Os autores de projetos são estudantes da Universidade do Estado do Amazonas (Campus Tefé) e da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e integram o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Sênior (PIBIC Sr), do Instituto Mamirauá.

Os relatórios parciais correspondem ao período de execução da bolsa de agosto de 2013 a janeiro de 2014. Ao longo de todo o dia, foram realizadas apresentações sobre os mais variados temas. Ao final de cada apresentação, os bolsistas responderam os questionamentos dos participantes e receberam de seus orientadores e de pesquisadores que avaliaram os relatórios, sugestões para aprimorar suas pesquisas.

Duas pesquisas apresentadas foram relacionadas às pesquisas com pacas. A veiculação na mídia informal de atividade de caça de vertebrados no Brasil: uma análise do portal Youtube foi o tema de Ayrton Batista Rodrigues. O objetivo do trabalho é analisar vídeos do portal Youtube relacionados à caça ilegal no Brasil. “O portal Youtube é mundialmente conhecido e tem uma capacidade de divulgação poderosa e sem muita restrição, inclusive podem ser encontrados facilmente vídeos sobre caça ilegal”, enfatizou Ayrton.

Já Jéssica Jaine Silva de Lima pesquisa sobre a “Estrutura etária da subpopulação caçada de paca da Reserva Amanã” que busca caracterizar a estrutura etária da subpopulação caçada de paca e relacioná-la à sustentabilidade da caça na região. “Não existem dados da Reserva Amanã sobre estrutura etária de pacas e é interessante fazer essa descrição para que se possa pensar em medidas de conservação da espécie”, explicou Jéssica.

O programa PIBIC Sr conta com financiamento do Conselho Nacional de Pesquisa Científica (CNPq) e é uma oportunidade para o acadêmico por em prática os conhecimentos teóricos adquiridos ao longo da graduação, bem como aqueles repassados pelos seus orientadores e contribuir com o campo científico. Para saber mais sobre o programa, acesse www.mamiraua.org.br/pibic.

Texto: Francisco Rosa

 

 

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: