Em Manaus, Instituto Mamirauá participa de seminário internacional de ambiente e sustentabilidade

Publicado em: 15 de agosto de 2018

Com foco na Amazônia, evento reúne especialistas de 11 países. Na programação, a pesquisadora do Instituto Mamirauá, Viviane Marcos, apresenta um estudo sobre o setor madeireiro na região central do estado do Amazonas

Realizado no campus da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), capital do estado, o Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia (SICASA) chega à 5ª edição em 2018. O evento, que começou, na tarde dessa terça-feira (14), tem na programação workshops, palestras e apresentações de trabalhos nas temáticas ambientais. O Instituto Mamirauá participa do seminário com um estudo sobre o perfil do setor florestal madeireiro na região de Tefé, centro do Amazonas.

“Rede de produção na microrregião de Tefé, Amazonas: análise dos manejadores florestais, extratores não licenciados e movelarias” é o nome do trabalho, conduzido pela pesquisadora do Instituto Mamirauá, Viviane Marcos. A região investigada inclui os municípios de Tefé, Uarini e Alvarães, onde foram coletados dados do comércio de madeira entre 2014 e 2018. Foi realizado um levantamento dos perfis socioeconômicos de quem trabalha nessa rede, incluindo os extratores de madeira (manejada ou não), moveleiros e consumidores finais.

De acordo com Viviane, o foco da pesquisa é “o fluxo de exploração e comercialização da madeira, olhando-se para as redes de produção e de circulação na região”.

Na região, o Instituto Mamirauá oferece assessoria técnica a grupos que fazem o manejo florestal madeireiro, extraindo madeira de forma sustentável. O trabalho já soma duas décadas nas florestas alagáveis, as várzeas.

“A partir do levantamento dessas interações, apontamos novos pontos de reflexão quanto a eficiência da assistência técnica gerida pelo estado para a regularização da cadeia e dos benefícios econômicos reais para a produção legal de madeira”, afirma. O estudo, que tem financiamento da Fundação Gordon and Betty Moore, foi feito em parceria com a também pesquisadora do Instituto Mamirauá, Patrícia Rosa.

O artigo será apresentado na próxima quinta-feira (16/08) durante a programação do 5º Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia.

O evento também contará com a participação de outros pesquisadores e bolsistas de iniciação científica do Instituto Mamirauá, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com apresentação de trabalhos. Confira: “Mapeamento do uso do recurso madeireiro na produção de artesanato na cidade de Tefé”, apresentado pela bolsista Raissa Vidal e “Pesca e aspectos socioeconômicos nas comunidades da Resex Auati-Paraná, Médio Solimões, AM”, apresentado pelos pesquisadores Rônisson Oliveira e Juliana Chacon.

Texto: João Cunha

 

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu email: