Ecoturismo de base comunitária é tema de cartilha do Instituto Mamirauá

Publicado em: 30 de Janeiro de 2018

Publicação busca contribuir com a geração de conhecimento sobre a criação, desenvolvimento, operação e monitoramento de empreendimentos de ecoturismo de base comunitária

“Práticas para o ecoturismo de base comunitária em Unidades de Conservação” é a nova cartilha do Instituto Mamirauá. O material é fundamentado na experiência acumulada em 20 anos de assessoria às comunidades locais para prestação de serviços turísticos na Pousada Uacari, localizada na Reserva Mamirauá. A cartilha está disponível para download gratuito aqui.

A publicação traz um breve relato sobre a Reserva Mamirauá, a definição do turismo de base comunitária (TBC), a experiência da Pousada Uacari, a legislação pertinente, além de outros aspectos fundamentais para implementação de um ecoturismo de base comunitária bem-sucedido. 

A publicação deverá ser distribuída nas comunidades que já estão trabalhando o turismo de base comunitária no Amazonas. “Iremos visitar as comunidades na Reserva Mamirauá que já realizam o turismo e outras que estão em fase de implementação”, explicou Pedro Meloni Nassar, um dos autores da publicação, elaborada pelo Programa de Turismo de Base Comunitária (PTBC) do Instituto Mamirauá, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com financiamento da Fundação Moore.

A cartilha deverá ainda ser utilizada em outras ações do PTBC, como cursos de multiplicadores e assessoria técnica.  Para Pedro, a publicação é uma ferramenta de comunicação importante para alcançar o público. “As cartilhas geram interesse tanto em que já faz o TBC, como em quem não conhece a atividade”.

O turismo de base comunitária pode ser visto como uma atividade com potencial para diminuir a pressão sobre os recursos naturais e também, como uma forma de diversificação das atividades econômicas, valorização do patrimônio cultural e empoderamento da população local.

Pousada Uacari

Um dos projetos pioneiros de turismo de base comunitária, a Pousada Uacari é gerida pelo Instituto Mamiruá e comunidades da Reserva Mamirauá. A inciativa busca trabalhar a autonomia das comunidades na gestão da atividade, gerando emprego e renda, fortalecendo a governança local e contribuindo para conservação dos recursos naturais. Em 2018, a Pousada Uacari foi indicada ao prêmio Turismo para o Amanhã (Tourism for Tomorrow), um dos maiores prêmios do setor turístico, promovido anualmente pelo World Travel & Tourism Council.

Texto: Laís Maia 

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu email: