Bolsistas do Programa Pibic apresentam resultados finais de pesquisas

Publicado em:  2 de agosto de 2013

Os Bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Sênior (Pibic Sr.), do Instituto Mamirauá e CNPq, apresentaram na última quarta-feira, dia 31 de julho, na sede da instituição em Tefé (AM), as conclusões das 12 pesquisas que foram iniciadas em 2012 e desenvolvidas ao longo de um ano.  As apresentações iniciaram-se pela bolsista Andreza Carvalho Ferreira com o projeto de pesquisa “Levantamento populacional dos jacarés urbanos em Tefé-AM”, que teve como objetivo avaliar o estado populacional de jacarés urbanos e identificar as espécies que ocorrem no município.

Andreza realizou contagens noturnas na região do Lago Tefé para identificar as espécies e estimar o tamanho dos animais. Foram percorridos 53 km dos 350 km do lado e avistados 10 indivíduos, sendo três da espécie jacaré-açu, dois jacaretingas e cinco indivíduos não foram identificados. “Esse baixo índice deve-se ao fato das visitas ao lago ocorrerem durante a cheia, o que dificulta o avistamento desses animais. Quanto ao tamanho, a menor espécie chegou a medir 70 centímetros e a maior, 2 metros e cinquenta centímetros”, concluiu a bolsista.

Logo após, Crispoldo Santos da Silva apresentou a pesquisa “Monitoramento do Mercado e preço da fauna cinegética nas cidades de Tefé e Alvarães - Amazonas, Brasil”, com o objetivo de levantar informações sobre o Mercado e consumo de proteína animal, identificar as espécies comercializadas e os pontos de venda de carne de caça nas cidades de Tefé e Alvarães. A pesquisa identificou que a maioria dos animais é proveniente do Lago Tefé.

Para Nelissa Peralta, coordenadora do Pibic, a inserção dos bolsistas no Programa tem sido importante, já que dos 120 bolsistas que já passaram pelo programa, 11% seguiram com seus trabalhos em cursos de pós-graduação e 7% foram absorvidos pelo próprio Instituto como pesquisadores.
 “O Programa Pibic/Instituto Mamirauá tem evoluído ao longo do tempo desde sua primeira edição em 2004. Os trabalhos apresentados estão cada vez melhores, mostrando a dedicação tanto dos bolsistas quanto de seus orientadores. Muitos bolsistas estão seguindo para pós-graduação, o que é um indicador de sucesso do programa”, destacou Nelissa.

Após cada apresentação, houve um tempo estipulado para as considerações dos orientadores e para as perguntas do público presente. Depois de uma avaliação, os melhores trabalhos foram premiados com um kit de livros e com uma viagem para Rio Branco - AC, com todas as despesas pagas pelo Instituto Mamirauá para serem apresentados em 2014 na Jornada de Iniciação Científica da Reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

Os melhores trabalhos foram os de:
- Jéssica Emiliane Ribeiro com a pesquisa “Levantamento do mercado e preço da fauna cinegética na cidade de Coari, Amazonas”;
- Eliomara Ramos Martins com a pesquisa “O Movimento de Preservação de Lagos na Região do Médio Solimões”;
- Quelle Barbosa Rodrigues com sua pesquisa “Levantamento da mortalidade de botos amazônicos na região de Tefé”.

Abaixo a lista das apresentações:
- Levantamento da mortalidade de botos amazônicos na região de Tefé por Quelle Barbosa Rodrigues;
- Histórico da produção pesqueira da piracatinga (Calophysus macropterus) em Tefé, Médio Solimões por Janderson Ribeiro de Lima;
- Interação entre botos (Inia geoffrensis e Sotalia fluviatilis) e a atividade pesqueira na região de Coari- AM por Jaiane Gualberto Marreira;
- Monitoramento do Mercado e preço da fauna cinegética na cidade de Coari-Amazonas, Brasil por Jéssica Emiliane Ribeiro;
- Taxonomia vegetal e conservação de material botânico de espécies florestais de ambientes de várzea amazônica por Jéssica Jaine Silva de Lima;
- Análise da remoção de coliformes em tratamento domiciliar de água com filtros de areia em uma comunidade ribeirinha de várzea por Paôlla Maria Alves;
- A presença indígena no Médio Solimões nos séculos XIX e XX por Quezia Martins Chaves;
- O Movimento de Preservação de Lagos na Região do Médio Solimões por Eliomara Ramos Martins;
- Projeto Mamirauá: um levantamento histórico através de uma abordagem audiovisual por Augusto Gomes Ferreira;
- Histórico de formação das “associações-mãe” das Reservas Mamirauá e Amanã: AMURMAM e CAMURA por Márcio Henrique da Silva Nery. 

Texto Francisco Rocha

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: