Área fora de reserva inicia pesca manejada de pirarucus

Publicado em: 31 de outubro de 2014

Neste ano, pela primeira vez, o grupo de pescadores organizados no Acordo do Setor Capivara realiza a pesca manejada de pirarucus. A área, próxima à cidade de Tefé, é a primeira fora de uma reserva que recebe assessoria do Programa de Manejo de Pesca do Instituto Mamirauá.

Expandir as atividades de manejo para áreas externas a reservas é um avanço para a promoção de novas práticas de utilização e apropriação dos recursos naturais. O manejo requer o monitoramento da atividade e de seus impactos ao ambiente, à população de peixes, além de promover o associativismo e a organização comunitária. O Instituto Mamirauá assessora este acordo desde 2011. “Estou me sentindo muito feliz, porque em todas as nossas discussões, em todas as reuniões que fizemos, era o que planejávamos, era o sonho de um dia nós manejarmos. E agora estamos realizando este sonho. Com grande esforço conseguimos. O grupo que iniciamos está unido aqui”, conta Cláudio Batalha, um dos coordenadores do Acordo do Setor Capivara.

O grupo de pescadores trabalha desde 2005, conservando lagos e monitorando o estoque de pirarucus da área. Neste ano recebeu sua primeira quota para a pesca de 500 peixes. O número é menor do que o de uma quota regular, que representa cerca de 30% da população de adultos mensurada nas contagens. Isto porque a ideia é que o grupo experimente a pesca manejada: a organização e o planejamento, a forma de manipular o peixe, o monitoramento da pesca, lacrando, pesando e medindo cada um dos animais. Tudo isso conforme as regulações existentes. O grupo também comercializará o produto.

A pesca manejada no Acordo do Setor Capivara tem um significado muito importante: “Vai servir de motivação para outras áreas que estão fora das reservas. Se pensava antes que só podia manejar se fosse dentro de uma reserva, o que é amparado por decreto. O grupo está mostrando que isso é possível fazer fora, basta ter a iniciativa, organização, persistência, seguir os princípios de manejo já consolidados, além de formar parcerias e buscar assessoria técnica”, avalia Ruiter Braga, técnico do Programa de Pesca do Instituto Mamirauá.

Parte destes pirarucus pescados será comercializado na cidade de Tefé, na 9ª Feira do Pirarucu Manejado.  Peixes inteiros serão leiloados, além da venda de mantas e pedaços por quilo. “A Feira é importante porque temos o compromisso de também abastecer o mercado local, não só vendendo o pescado para fora. Com os preços já planejados para os 100 peixes que levaremos para a feira, devemos comercializar cerca de R$ 60.000. Cada peixe deve pesar em média 60 quilos”, estima Cláudio.

Paralelamente, ocorrerá a 6ª Feira de Produtos da Agricultura Familiar.  Os próprios produtores, também assessorados pelo Instituto Mamirauá, estarão presentes no evento comercializando cebolinha, pimenta-de-cheiro, maxixe, macaxeira, farinha de tapioca, goma, abacaxi, banana, abacate, caju, farinha, mel e açaí, além de peças de artesanato. As atividades acontecerão no dia 1º de novembro, na Praça Túlio Azevedo, no centro de Tefé (AM). Pela manhã, os produtos já estarão disponíveis a partir das 6 horas. À noite, a partir das 19 horas, acontece o festival gastronômico, que oferecerá ao público pratos elaborados com o pirarucu. 

O evento é realizado pelos pescadores do Acordo de Pesca Capivara e agricultores da Reserva Amanã, Flona Tefé, Estrada da Emade e Agrovila. E conta também com apoio da Prefeitura Municipal de Tefé, 16ª Brigada de Infantaria de Selva, Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Associação de Produtores Agroextrativista da Flona de Tefé, Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas, Colônia de Pescadores Z-4 e Centro Estadual de Unidades de Conservação (CEUC).  A comissão organizadora do evento também pede que os consumidores levem suas sacolas com o objetivo de reduzir o lixo gerado na cidade.

Por Vanessa Eyng

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail: