18ª edição da Feira de Pirarucu Manejado terá lançamento da Indicação Geográfica com noite cultural e gastronômica

Publicado em: 27 de outubro de 2021

No segundo dia da Feira, ainda haverá um Concurso Gastronômico, que irá premiar as melhores receitas regionais que utilizem em sua produção o pirarucu de Mamirauá e a farinha de Uarini. Prêmio pode chegar a R$ 1 mil reais 

Nesse final de semana, sábado (30) e domingo (31), acontece mais uma edição da Feira de Pirarucu Manejado, onde serão comercializados peixes provenientes do complexo de lagos do Pantaleão, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Amanã, município de Maraã, a 610 km de Manaus, em que atuam pescadores urbanos vinculados as Colônias de Pescadores Z-4 de Tefé e Z-23 de Alvarães.  

Será uma oportunidade para que moradores da cidade e turistas comprem os produtos diretamente das mãos do pescador. Por ser um produto legal, é possível enviar para qualquer lugar do Brasil. Os documentos serão emitidos durante a Feira, mediante apresentação de documentos pessoais (RG e CPF), e informar o local de destino do produto. 

O destaque desta edição vai para o lançamento da Indicação Geográfica (IG) de denominação de origem para o pirarucu de Mamirauá, uma conquista da Federação dos Manejadores e Manejadoras de Pirarucu de Mamirauá (FEMAPAM). O lançamento acontecerá na noite de domingo, a partir das 18h, na Praça Gastronômica e no estacionamento atrás da Prefeitura, e contará com a exibição de um vídeo sobre a IG do Pirarucu, com relatos dos manejadores e instituições envolvidas no processo.  

Outro destaque da 18ª edição é a noite cultural e gastronômica, que também acontece na noite do segundo dia. Um concurso gastronômico será realizado, e seu desafio será a produção de pratos regionais que levem em sua receita o pirarucu de Mamirauá e a farinha de Uarini, que também tem o selo de IG. As melhores receitas serão premiadas em dinheiro, e o/a chef que produzir o melhor prato regional, leva pra casa o valor de R$ 1 mil reais. Também haverá programação musical e a Feira dos Empreendedores de Tefé na Praça Gastronômica, que terá produtos desde artesanatos, pratos regionais, flores e cosméticos.  

Os visitantes poderão comprar na 18ª edição da Feira de Pirarucu Manejado de Tefé, artesanatos tradicionais da Amazônia, como o Teçume - associado ao uso sustentável da palmeira Cauaçu para geração de renda de mulheres moradoras da RDS Amanã, e o Molongó - artesanato produzido a partir de um conjunto de árvores ou arvoretas. No Molongó, uma espécie é bastante utilizada pela comunidade Nova Colômbia, localizada no setor Jarauá da RDS Mamirauá. Os artesãos desta comunidade seguem um modelo de boas práticas de manejo na utilização das árvores de Molongó, criado a partir de pesquisas realizadas na Reserva. 

Produtos legais e com preços acessíveis 

No total, 100 peixes estarão disponíveis para moradores da cidade e turistas, contabilizando aproximadamente 3 toneladas de carne à disposição para comercialização. A venda acontece nos dois dias no Mirante das Mangueiras, Centro de Tefé (AM), a partir das 6h.  

A 18ª Feira de Pirarucu Manejado comercializará o pescado com preços que variam entre R$ 4 o quilo da carcaça, R$ 15 o do filé (lombo), R$ 9 o da manta inteira (acima de 100 kg), e R$ 10 o da ventrecha (Barriga).  

Assim como em edições anteriores, o evento vai unir a tradição do pirarucu manejado à agricultura familiar dos produtores das estradas da EMADE, Missão, Comunidade Santo Antônio do Ipapucu, Comunidade Bacuri, FLONA e Costa de Tefé. Entre os produtos disponíveis para compra, estão: farinha de tapioca, farinha seca, farinha amarela, goma, cacau em barra, tucupi, mangarataia, polpa de araçá, feijão de corda, feijão de praia, maxixe, couve e banana.  

Serão beneficiados nesta edição em torno de 120 pescadores vinculados às Colônias de Pescadores dos municípios de Tefé e Alvarães. O pirarucu da feira é resultado da atividade de pescadores membros do Acordo de Pesca Pantaleão da Reserva Amanã, realizador do evento. 

Além da assessoria técnica do Instituto Mamirauá, a feira também conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Tefé, Secretaria de Estado de Meio Ambiente - Departamento de Mudanças Climáticas e Gestão de Unidades de Conservação (DEMUC/SEMA), Fundação Amazônia Sustentável (FAS), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (IDAM), Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).  

Pandemia 

Com a pandemia, novos procedimentos de segurança foram adotados, como o uso obrigatório de máscaras, o controle do acesso à área das barracas e a distribuição de senhas para evitar aglomeração, utilização de álcool em gel e disposição do álcool nos totens para higienização das mãos e, para compra de peixes inteiros, o atendimento será feito na embarcação ancorada no porto. 

Concurso Gastronômico: inscrições 

Para participar do Concurso Gastronômico é simples, basta fazer a inscrição no WhatsApp (97) 98457-9667. É possível solicitar informações neste número de como adquirir os produtos com a IG para elaborar sua receita, e esclarecer dúvidas. O Concurso contará com avaliação de jurados, e prêmios em dinheiro nos valores de R$ 1 mil, R$ 500 e R$ 300 para o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente. O campeão ou campeã do concurso, ainda leva para casa um troféu. Outra novidade é que todos os inscritos no concurso, ganharão uma aula gratuita no sábado, na unidade do SENAC em Tefé, com o chefe de cozinha de Manaus Milton Braga Rola Neto. 

A IG 

A concessão da IG foi publicada em julho deste ano pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). O selo irá acompanhar os pirarucus pescados em sistema de manejo sustentável, valorizando o produto no mercado, fortalecendo o preço do pescado e beneficiando os manejadores da espécie. O registro, concedido pelo INPI, envolve nove municípios do Estado do Amazonas (Alvarães, Fonte Boa, Japurá, Juruá, Jutaí, Maraã, Tefé, Tonantins e Uarini). 

O Instituto Mamirauá, atuou como um agente de articulação desta conquista, principalmente através do Núcleo de Inovação e Tecnologias Sustentáveis (Nits) e pelo Programa de Manejo de Pesca (PMP), que contaram ainda com o apoio do Grupo de Pesquisa em Inovação, Desenvolvimento e Adaptação de Tecnologias Sustentáveis (GPIDATS) na elaboração do dossiê que foi encaminhado ao Instituto de Propriedade Intelectual. O pedido de registro foi feito pela FEMAPAM em junho do ano passado - a organização foi criada em 2019 para gerir o selo. 

PMP 

O Instituto Mamirauá coleciona uma longa experiência de 21 anos na aplicação de sistemas de manejo dos recursos naturais junto às populações ribeirinhas da Amazônia. Constam nas linhas de atuação do PMP, inserido na Diretoria de Manejo e Desenvolvimento do Instituto, a assessoria às comunidades ribeirinhas das Reservas Mamirauá e Amanã, e cidades do entorno (Tefé, Alvarães e Maraã).  

O manejo participativo de pirarucu, assessorado pelo PMP desde 1999, é reconhecido como uma experiência concreta de gestão compartilhada de um recurso de importância cultural e econômica para a região. Isto porque, ao longo de 21 anos, a iniciativa tem promovido tanto a conservação da espécie, quanto o incremento na renda das famílias ribeirinhas envolvidas na atividade. 

Um dos projetos de fortalecimento na atuação do manejo de Pirarucu, é financiado pelo Programa Cadeias Produtivas da Bioeconomia do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), intitulado como "Estruturação e fortalecimento de arranjos produtivos do pirarucu de manejo na Amazônia Central". O projeto está em andamento, e prevê contribuições para a cadeia produtiva do pirarucu, desde a construção de um flutuante de recepção e pré-beneficiamento do pescado coordenado pelo Programa Qualidade de Vida (PQV), até na organização da FEMAPAM através do Plano de Negócios participativo que acontece em conjunto com o Nits, cuja finalidade é identificar desafios e oportunidades para agregar valor ao pirarucu, assim como identificar novos mercados para o pescado.  

Últimas Notícias

Comentários

Receba as novidade em seu e-mail:

10