Instituto Mamirauá - Conservação na Amazônia - Curso de fornos e fogões ecológicos é realizado pelo Instituto Mamirauá em comunidade no Amazonas - http://www.mamiraua.org.br/pt-br/comunicacao/noticias/2017/8/29/curso-de-fornos-e-fogoes-ecologicos-e-realizado-pelo-instituto-mamiraua-em-comunidade-no-amazonas/

Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá

Notícias

Rafael Forte

Curso de fornos e fogões ecológicos é realizado pelo Instituto Mamirauá em comunidade no Amazonas

29/08/2017


Os fornos e fogões ecológicos são alternativas que facilitam a vida de moradores de comunidades ribeirinhas, como São Francisco do Bauana, que receberu a capacitação

A cozinha comunitária de São Francisco do Bauana rescendia ao cheiro de fumaça e da sardinha pupecada* na folha de bananeira. O almoço será um dos últimos preparados no antigo fogão à lenha dessa comunidade ribeirinha do estado do Amazonas, distante cerca de 600 km da capital Manaus. No fim de agosto, o Instituto Mamirauá construiu, em parceria com os moradores, um forno e um fogão ecológicos.

A montagem foi a parte final do “Curso em Tecnologias Sociais para qualidade de vida e produção sustentável”, realizado na comunidade nos dias 22 e 24 de agosto. O forno e o fogão ecológicos são tecnologias sociais diminuem a liberação de gases perigosos à saúde e também facilitam a vida de quem depende do trabalho com fogo no cotidiano.

É o caso de Claudia Xavier, agricultora e produtora de farinha em São Francisco do Bauana. “Agora com esse forno vai ficar bem melhor”, afirmou Claudia Xavier, uma das participantes do curso. “Nós ‘pegamos’ muita fumaça na cara para fazer a farinha. O esforço para carregar as lenhas também é muito grande”.

Ela se refere às vantagens dos fornos e fogões ecológicos: equipados com uma chaminé e uma rampa interna, eles canalizam e liberam a fumaça para fora do ambiente doméstico ou de trabalho, a exemplo das casas de farinha, abundantes nessa e em várias comunidades ribeirinhas da região.

“Como são totalmente fechadas, essas estruturas aproveitam melhor o calor, precisando de menos lenha no consumo”, explicou o técnico do Programa de Qualidade de Vida (PQV) do Instituto Mamirauá, Josenildo Frazão.

Como construir                                                                 

Unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Instituto Mamirauá implementa as tecnologias de fornos e fogões ecológicos em comunidades ribeirinhas na Amazônia desde 2007. Essa experiência resultou na cartilha educativa “Como construir fogões e fornos ecológicos” (baixe gratuitamente aqui), usada nas dezenas de capacitações que já foram feitas durante esses anos.

Na cartilha, são mostrados o funcionamento, o passo a passo e os benefícios de se optar por uma estrutura dessa natureza. Com o material didático na mão, “Seu” Gelson Chagas acompanhava atento as orientações dos técnicos do Instituto Mamirauá. A casa de farinha dele foi escolhida para receber o modelo experimental de forno ecológico na comunidade de São Francisco do Bauana. “Eu gostei bastante das aulas e de aprender como se faz um fogão desses. Não imaginei que fosse tão fácil”, disse.

Agora, é esperar o forno e o fogão ecológico “descansarem” para daqui a alguns dias eles serem inaugurados de verdade. Uma “farinhada”** no início de setembro já foi marcada para a estreia.

O curso

O “Curso em Tecnologias Sociais para qualidade de vida e produção sustentável” foi realizado pelo Instituto Mamirauá, em parceria com a Associação de Produtores Agroextrativistas da Flona de Tefé e Entorno (APAFE) e com apoio das prefeituras dos muncípios de Tefé e Alvarães.

Além de São Francisco do Bauana, que sediou o curso, as comunidades de São Francisco do Arraia, São João do Miriti, Vila Sião e Tauary também participaram da atividade. Essa capacitação foi financiada pela Gordon and Betty Moore Foundation.

Texto: João Cunha

 

Financiadores